A Homeopatia pode ajudar o meu filho?

A Homeopatia pode ajudar o meu filho?

A Homeopatia é um sistema de saúde com mais de 200 anos, criada pelo médico alemão Samuel Hahnemann (1755-1843).

A palavra Homeopatia deriva do grego homoios (semelhante) e pathos (doença), o que significa a cura da doença pelo semelhante. Significa que procuramos o remédio que mais se assemelha à sintomatologia apresentada pela pessoa.

É uma terapêutica muito segura e eficaz, em que os medicamentos homeopáticos são preparados através de tinturas mãe (TM) de substâncias vegetais, minerais ou animais.

Visa estimular o poder de auto-cura do organismo, resultando este processo num equilíbrio rápido, sustentado e isento de efeitos secundários (quando bem ministrada). É, por isso, uma área terapêutica de eleição no que respeita à Pediatria.

Os bebés e as crianças não foram expostos por muito tempo a ambientes agressivos para o organismo, nem sujeitos a grandes doses medicamentosas sintéticas. Este facto faz com que a sua “energia vital” – termo utilizado em homeopatia para descrever a atividade não bioquímica do organismo – esteja preservada, havendo uma maior capacidade de reação aos estímulos da medicação homeopática.

Nas crianças há um rápido alívio dos sintomas, não constitui efeitos secundários indesejáveis, nem produz toxicidade no seu organismo e os bons resultados são visíveis em casos de febre, cólicas, quadros gripais, prisão de ventre e diarreia, perda de apetite, náuseas e vómitos, rinite alérgica, irritabilidade, insónia, aftas, entre outros problemas que vão surgindo ao longo do seu crescimento.

A utilização do medicamento homeopático requer um bom conhecimento do quadro do paciente para a sua correta aplicação. É imprescindível que os pais evitem automedicar as crianças. É comum que alguns pais consultem amigos e familiares que têm filhos e que já usaram a homeopatia, mas nesta medicina não convencional cada pessoa tem o seu remédio específico de acordo com as suas características únicas e pessoais juntamente ao quadro sintomatológico.

Casa bebé e criança é uma realidade única e tem que ser avaliada distintamente. Não se pode utilizar a mesma medicação de uma criança para outra, sendo que este princípio se aplica de igual modo na medicina convencional.

Uma medicação não orientada pode ser ineficaz e prejudicial às crianças, por isso consulte um Homeopata e coloque as suas questões. Recomenda-se simultaneamente que mantenha a regularidade do acompanhamento com o médico pediatra.

Carina Apolónia, Homeopata pelo IMT – Instituto de Medicina Tradicional (Lisboa). Autora dos Livros – A Poesia de 100 Remédios Vol. I e II. Docente do Curso de Massoterapia no IMT.