Alergias: Como reduzir os sintomas com plantas medicinais

Alergias: Como reduzir os sintomas com plantas medicinais

Sabugueiro

Sambucus nigra L.

É uma grande árvore que cresce em Portugal e produz umas flores e bagas comestíveis. Utilizam-se as flores que florescem entre Março e Maio.

Entre os seus constituintes fitoquímicos, destaque para os flavonóides antialérgicos como as antocianinas, quercetina e rutina, também com um efeito tónico sobre a circulação, antialérgico, antiviral, antioxidante e anticancerígeno.

O Sabugueiro tem um efeito antialérgico sobre vários sintomas das alergias, tais como rinites, sinusites e conjuntivites. É um dos principais tratamentos da Naturopatia para constipações e febres.

EXPERIMENTE

Utilizam-se as flores em infusão ou extrato seco. Pode ser administrado preventivamente com a dose diária de três chávenas (infusão), 1000mg (cápsulas); três colheres de sopa (extrato fluído). Em caso de crise alérgica aguda, aumentar a dose para o dobro e tomar de 4 em 4 horas.

Camomila

Matricaria chamomilla L.

Planta medicinal rica em apigenina, um flavonóide anti-inflamatório, anti-histamínico e anti-espasmódico; ácido salicílico com acção anti-inflamatória; ácidos gordos e quercetina com acção anti-alérgica geral.

Funciona como anti-alérgico (não só como anti-histamínico e anti-leucotrieno, mas inibindo a própria granulocitose). Utilizado em alergias, dermatites, eczemas, picadas de insectos), olhos (conjuntivites) ou na rinite alérgica.

A camomila é ainda anti-inflamatória e reparadora da pela, utilizando-se externamente em eczemas e comixões, podendo substituir as pomadas de cortisona em adultos ou bebés.

EXPERIMENTE

Em infusão, fazer1 saqueta para 1 chávena. Beber até 4 chávenas por dia, consoante a gravidade da situação. Para aplicar externamente, na pele ou nos olhos, fazer uma infusão com 1 colher de sopa de flores de Camomila ou 2 saquetas num pouco de água. (2-3 dedos de água) durante 20 minutos. Coar muito bem, embeber 1 algodão e colocar, quando ficar morno, em cima da pele ou nos olhos fechados afectados. Esperar 5 minutos e renovar a aplicação.

Perpétua-das-Areias

Helichrysum italicum L.

Planta medicinal que cresce em dunas junto às praias em várias zonas de Portugal. Utilizam-se as suas flores que podem ser consumidas em infusão ou como condimento de vários alimentos pois o seu sabor é muito parecido ao do caril. O seu nome em inglês e frânces (everlasting ou immortelle) diz bem sobre a consideração que esta planta têm por toda a europa. O seu nome deriva do grego helios (sol) e chrysòs (ouro).Ao nível medicinal, trata reações alérgicas na pele e vias respiratórias. Pode ser usado neste sentido na rinite ou asma alérgica e nos eczemas atópicos. É ainda um protetor e regenerador da pele.

EXPERIMENTE

Tanto ao nível das rinites e asma alérgica, onde deve ser ingerida internamente como suplemento alimentar, 500 a 1g de 4 em 4 horas na fase aguda e de manhã e à noite como preventive. Pode começar a tomar em MArço, Abril ainda antes de ter qualquer sintoma alérgico e para rem Julho. Nas dermatites e eczemas onde é aplicada como pomade 2 a 4 vezes ao dia consoante a gravidade dos casos. As suas flores podem ser utilizado para tempera alguns pratos, principalmente de peixe.

O QUE DIZ A CIÊNCIA

 

Uma infusão de oito plantas, Camomila, Açafrão (Crocus sativus), Anis, Funcho, Alcaravia, Alcaçuz, Cardamomo e Cominho preto (Nigella sativa), demonstraram inibir uma das principais reações das alergias, a libertação de histamina, em 81 a 85%. Um outro suplemento alimentar muitas vezes utilizado pela Naturopatia em conjugação com as plantas medicinais, a quercetina, inibiu de 95 a 97%. Os resultados clínicos foram de melhorias no sono, frequência e intensidade da tosse, para além de uma melhoria ao nível respiratório (FEV 1) nos pacientes que sofriam de asma alérgica (J Herb Pharmacother. 2003).

REMÉDIO CASEIRO

Xarope de sabugueiro

Utilizam-se várias flores frescas de sabugueiro (até encher um frasco de 1L) e um ou 2 limões cortados em pedaços. Adicionar açúcar ou geleia de agave a gosto. Colocar 1L de água por cima e deixar em maceração 24 horas (no Verão colocar no frigorifico). Mexer algumas vezes. Coar e beber diluído em água consoante o gosto.

João Beles
Naturopata

Clínica Fisio S. Brás